Rhede Sistemas

Seja um Canal Rhede Sistemas

ERP para distribuidores: 7 motivos para adotar na sua empresa

O sistema ERP para distribuidores é capaz de trazer inúmeros benefícios ao cotidiano de trabalho. Sua capacidade de integrar e reunir dados relevantes dá suporte à tomada de decisões, contribuindo para a gestão estratégica do negócio.

Resultados mais eficientes e o desenvolvimento da empresa são algumas das vantagens que esses softwares oferecem, auxiliando todas as demandas do negócio. A seguir, entenda melhor como o ERP pode ser importante e confira sete motivos para adotá-lo na sua companhia!

1. Integrar todos os departamentos

O ERP tem a capacidade de integrar todos os departamentos da empresa, já que ele é um sistema único, que reúne informações em um só ambiente. Essa centralização de dados facilita o acesso, permitindo que diferentes setores tenham livre trânsito no ambiente digital, respeitando é claro, as políticas e permissões de acesso, que são imprescindíveis em um software.

O financeiro pode saber quando uma venda acontece, por exemplo, registrando essa entrada imediatamente — e o melhor é que isso tudo acontece de maneira prática, sem precisar trocar e-mails e enviar arquivos.

A principal vantagem da integração é justamente a participação ampla dos colaboradores em todos os processos da empresa. Isso aumenta a produtividade, otimizando as diferentes demandas que precisam ser realizadas no cotidiano de trabalho.

2. Acesso fácil a informações gerenciais

Um ERP para distribuidores registra todas as atividades realizadas pela empresa, armazenando dados referentes a solicitações, contatos com clientes, registros financeiros, volume de estoque e tudo mais que a empresa fizer.

Essas informações se tornam um grande banco de dados que vai ser muito útil no futuro, especialmente a nível gerencial. Decisões importantes para a companhia podem ser tomadas com base nessas informações, já que elas são precisas e ajudam a entender como o negócio tem se comportado.

A gestão estratégica, com foco em metas e resultados, só pode ser feita sob dados concretos das atividades da empresa. Com a facilidade do ERP de acessar qualquer informação a qualquer hora, os gestores podem ter seu trabalho potencializado. 

3. Reduzir erros e retrabalhos

Em um ambiente de trabalho, alguns processos importantes e necessários podem ser mecânicos demais e difíceis de serem executados sem ajuda da tecnologia. Imagine um colaborador que precisa registrar cada venda da empresa manualmente, anotando em uma planilha. Não funciona!

Esse tipo de demanda está mais frequentemente sujeita a erros. A melhor forma de reduzir essa margem de falhas é tornar o processo mais prático e otimizado, algo que a tecnologia do ERP para distribuidores é capaz de fazer.

A automatização de comandos proporciona a facilidade de preenchimento de dados, registros de atividades, abertura de processos e qualquer outra tarefa. Como tudo passa a ser feito com mais dinamismo e precisão, os erros diminuem, consequentemente reduzindo as ocasiões de retrabalho e melhorando a produtividade da empresa.

4. Desenvolver relatórios

Você já viu neste post a capacidade do ERP em registrar informações. Porém, há uma outra vantagem que pode ser aproveitada desses dados: a criação de relatórios analíticos. Isso é possível porque esses sistemas trabalham com métricas, ou seja, números que traduzem o desempenho dos diferentes departamentos.

Sendo assim, os relatórios trazem dados voltados ao desempenho das atividades da empresa em diferentes questões, permitindo um entendimento mais profundo. Esse também pode ser um documento importante na hora de avaliar se o negócio está caminhando de forma alinhada à estratégia pretendida.

Gerar esses relatórios regularmente permite aos gestores ter um acompanhamento mais frequente do desempenho da empresa. Dessa forma, é possível fazer intervenções em relação à direção que o negócio está tomando, sempre com a intenção de se adequar à estratégia.

5. Melhorar a gestão financeira e contábil

Entre as suas principais ferramentas, o ERP para distribuidores oferece suporte completo para a gestão dos recursos financeiros e contábeis da empresa. Assim, é possível vender e contabilizar essa entrada em tempo real em um mesmo ambiente e de forma dinâmica. Porém, as possibilidades vão muito além disso.

O ERP tem suporte completo a todas as atividades financeiras da empresa, como um sistema comum desse tipo, utilizado em um software a parte. Por meio dele, é possível registrar fluxo de caixa, acompanhar orçamento, fazer ajustes e identificar todo o potencial econômico que o negócio tem atualmente.

A parte contábil também recebe suporte para a sua gestão, o que é indispensável para o funcionamento adequado da empresa.

Todas as informações referentes a essas demandas são facilmente encontradas pela equipe responsável. Assim, ela pode gerar os documentos necessários para a tributação, prestando contas em dia com o IR e mantendo a regularidade das atividades do negócio.

6. Fazer a gestão de estoque

A gestão de estoque é uma tarefa complexa e que exige bastante esforços. Manter um grande volume de produtos e insumos organizados é praticamente impossível sem a ajuda de um sistema. É preciso registrar entradas e saídas, controlar níveis e definir exatamente onde os itens se encontram.

Os ERPs oferecem um suporte completo e simplificado para essas demandas, podendo ser realizadas de maneira prática e rápida no sistema. Assim, é possível designar um colaborador para cuidar dessas tarefas dentro do próprio estoque, o que agiliza o registro de informações e minimiza erros.

Essa otimização do estoque reduz problemas como falta de produtos, já que as atualizações de volumes potencializam a comunicação. Sendo assim, sua empresa nunca mais vai atender a um pedido de venda sem ter o produto em estoque, o que é um erro consideravelmente comum.

7. Gerenciar o relacionamento com clientes

O ERP para distribuidores também permite gerir o relacionamento com os clientes de maneira completa, indo muito além do registro do contato. Toda atividade vai gerar uma anotação em seu histórico, seja uma reclamação ou um novo pedido por serviços.

Isso ajuda a equipe de vendas a ter sempre uma posição exata em relação às preferências desses clientes. Consequentemente, são gerados insights e novas oportunidades para que no momento certo seja oferecido um novo produto ou serviço, totalmente adequado ao que esse cliente demonstrou se interessar.

O mesmo pode ser feito pela equipe de marketing. Quando se conhece o seu público, ações de publicidade podem ser feitas com maior precisão. Isso aumenta a possibilidade de conversão por meio de campanhas que atingem o consumidor de maneira adequada.

Como você viu ao longo deste post, o ERP para distribuidores é um excelente recurso para otimizar as atividades da sua empresa em todas as áreas, favorecendo uma gestão estratégica e voltada a resultados.

Se você está buscando uma opção adequada à sua empresa, entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudar você!