Rhede Sistemas

Seja um Canal Rhede Sistemas

Quatro cuidados para expandir sua empresa em um cenário de crise

Os tempos são de vacas magras devido à crise financeira atual, que envolve escândalos morais e políticos.

E em tempos de vacas magras, não tem segredo: o jeito é cortar gastos.

Contudo, é possível crescer e expandir sua empresa em um cenário de crise? Ora, é justamente em épocas assim que os bons empreendedores brilham!

No post de hoje, vamos compartilhar quatro dicas para você expandir seu negócio – independente do segmento em que sua empresa atua – e deixar seus concorrentes mordidos de inveja.

Confira:

Invista em Marketing

Muitas empresas enxergam no marketing um dos primeiros custos a serem cortados em uma época de crise.

Mas sem que o mercado saiba de sua empresa e sobre o que ela faz, fica difícil conquistar novos clientes.

Divulgue sua empresa, mas busque os meios mais eficientes para isso.

Aproveite as mídias digitais, cujos investimentos são muito menores do que os necessários para uma campanha de mídias impressas ou de TV/rádio.

Fique atento ao que o seu público-alvo tem interesse e aproveite-se disso para chamar a atenção deles à sua empresa.

Publique conteúdos interessantes, que abordem temas atuais e relacionados à sua área.

Dicas, novidades do mercado, atualidades, aproveite de temas polêmicos e insira sua empresa nele – com bom senso, claro.

Sua fan page de Facebook, seu blog e seu site podem ser ferramentas incríveis de captação de novos clientes, aproveite-se disso!

Reduzir custos e otimizar investimentos

Reduzir custos e otimizar investimentos na empresa

Como falamos anteriormente, em épocas de crise o primeiro passo é diminuir os custos.

Para fazer isso de forma correta, primeiro devemos identificar quais são esses custos elevados: sua folha de pagamento está muito elevada?

Sua empresa tem feito compras desnecessárias, ou que podem ser postergadas? Os seus produtos em estoque estão vencendo?

Cortando gastos desnecessários irá lhe prover recursos para fazer investimentos que podem lhe trazer algum retorno – adquirir uma nova máquina capaz de aumentar a produção, uma nova filial em outra cidade, etc.

Contudo, tome cuidado com os investimentos que fizer.

Não opte por investimentos muito arriscados, nem aplique muito dinheiro inicialmente.

Escolha um investimento mais seguro e aplique somente o dinheiro disponível, calculando a possibilidade de perdas.

Mantenha a mente aberta para inovações tecnológicas

Empresas que permanecem muito tempo sem inovar, ficam para trás, amargando grandes perdas.

Novas tecnologias surgem a todo instante, e o mercado – tanto seus consumidores quanto seus concorrentes – estão de olho nessas novidades.

Fique de olho você também!

Investir com equilíbrio em tecnologia pode fazer toda a diferença para quem almeja expandir um negócio em meio à crise – especialmente a longo prazo.

E o empreendedor deve visar o futuro se deseja manter-se no mercado.

Tecnologia envolve máquinas mais modernas, sistemas automatizados de gestão e softwares diversos.

Mas isso não significa comprar uma novidade só porque ela é novidade.

Avalie as necessidades de sua empresa e reflita sobre o que a nova tecnologia pode ajudar: otimizar processos, reduzir custos, aumentar a produtividade, etc.

Assim, você poderá tomar uma decisão acertada.

Terceirizar serviços não-primordiais

A terceirização tem sido uma alternativa eficaz para muitas empresas manterem seu potencial competitivo.

Um exemplo é a terceirização de serviços de transporte.

Contratar os serviços de uma boa transportadora implica em menos custos e preocupações.

A transportadora tem seus próprios veículos e funcionários e cuida da manutenção e pagamento deles.

Conta muito também a experiência da transportadora, sua reputação e o conhecimento de seus profissionais.

Com a ajuda de uma transportadora e de outras empresas de terceirização, o empreendedor poderá tecer caminhos para que seu negócio não fique estagnado ou perca mercado, já que economizará dinheiro com custos adicionais e terá mais tempo para dedicar-se à sua atividade principal, planejando o crescimento de sua empresa.

Bons negócios!