Rhede Sistemas

Seja um Canal Rhede Sistemas

5 práticas que ajudam na redução de custo nas empresas

Em tempos de alta competitividade, promover a redução de custos nas empresas com inteligência é uma grande prioridade, sem dúvida.

Um empreendimento que consegue fazer uma boa gestão de suas finanças tem condições de fazer melhores investimentos, inovar e ser sustentável. O desafio é manter os gastos sob controle e ter maior margem de lucro, mas sem perder a qualidade.

Pensando nisso, separamos cinco práticas que você pode aplicar agora em seu negócio e minimizar despesas de forma eficiente sem limitar o seu crescimento. Continue lendo e saiba mais!

1. Reduza despesas fixas

Os custos fixos são aqueles que permanecem os mesmos independentemente do seu volume de vendas ou de produção. Alguns bons exemplos deles são o aluguel do seu escritório ou salário de funcionários.

Para reduzi-los, primeiramente você deve fazer um exame dessas despesas e pensar em formas efetivas de fazer os cortes. Algumas ideias que você pode adotar nesse sentido são:

2. Reavalie o seu regime tributário

Em seus primeiros anos, pequenas e médias empresas adotam modalidades tributárias como o Simples Nacional. Com o tempo, contudo, pode ser que esse regime não seja o mais adequado para o estágio atual do seu negócio. Então, se você superou o teto de faturamento desse modelo, pode ter problemas com o fisco e ter que pagar multas.

Quanto a isso, converse com seu contador e procure saber mais sobre outras modalidades, como o Lucro Real ou Lucro Presumido, que talvez apresentem tributações mais vantajosas para o volume do seu empreendimento.

3. Aprimore a gestão do estoque

O estoque é um ativo financeiro da empresa. Isso quer dizer que artigos presentes nas prateleiras representam dinheiro que poderia estar em circulação ou sendo investido em outros projetos. Logo, é essencial gerenciar com muito cuidado essa etapa.

Fazer compras em excesso, por exemplo, não é recomendado: você pode ter prejuízos com o encalhe de insumos. O ideal é realizar a previsão de demanda — com base no seu histórico de vendas e no acompanhamento de indicadores de desempenho (KPIs) — e realizar inventários regularmente.

Com essa análise, você entende qual é o ponto de equilíbrio do seu estoque para mantê-lo enxuto e bem abastecido ao mesmo tempo.

4. Adote um software de gestão

Uma das melhores iniciativas para impulsionar a redução de custos nas empresas atualmente é a automatização de tarefas por meio da implantação de um software de gestão. Além de realizar atividades em poucos cliques, esse tipo de ferramenta aumenta o controle, a eficiência e a integração dos setores do negócio.

Em uma só plataforma, é possível coordenar e consultar, em tempo real, dados sobre o fluxo de caixa, recursos humanos, processos, vendas, entre outros. Assim, o CEO entende com precisão como os seus recursos estão sendo usados — podendo, de forma prática e segura, tomar decisões mais efetivas sobre o seu orçamento.

5. Considere a terceirização

Outra estratégia válida para redução de custos nas empresas é a terceirização. Afinal, como sabemos, os custos de contratação de funcionários são altos para as instituições.

Cabe ao gestor, nesse sentido, colocar valores na ponta do lápis e verificar se vale mais a pena admitir um colaborador interno ou delegar essa responsabilidade para um parceiro ou consultor, que é especialista no assunto e poderá entregar resultados superiores pelo mesmo serviço.

Enfim, com estas cinco dicas infalíveis para redução de custos é possível diminuir suas despesas sem prejudicar a qualidade do seu trabalho — sem dúvida, você sentirá a diferença nos rendimentos. Então, planeje-se e coloque essas ideias em prática!

Gostou de conferir estas cinco medidas para redução de custos nas empresas? Se sim, aproveite para continuar se informando sobre boas práticas de gestão e confira estas seis dicas para controlar o estoque da sua loja!